BTT de Longa Distância rota recomendada

Braços do Rio [GR33 - GRZ: BTT Setor 8]

· 1 review · BTT de Longa Distância · Portugal · aberto
Responsável por este conteúdo:
Aldeias do Xisto Parceiro verificado  Escolha dos Exploradores 
  • Braços do Rio: Área de Descanso da Macieira > Penedo Furado [GR33 - GRZ: Etapa 9]
    / Braços do Rio: Área de Descanso da Macieira > Penedo Furado [GR33 - GRZ: Etapa 9]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Área de Descanso da Macieira > Penedo Furado [GR33 - GRZ: Etapa 9]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Trutas > Área de Descanso da Macieira [GR33 - GRZ: Etapa 8]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Trutas > Área de Descanso da Macieira [GR33 - GRZ: Etapa 8]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Trutas > Área de Descanso da Macieira [GR33 - GRZ: Etapa 8]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Área de Descanso da Cabeça Gorda > Trutas [GR33 - GRZ: Etapa 7]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Área de Descanso da Cabeça Gorda > Trutas [GR33 - GRZ: Etapa 7]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Área de Descanso da Cabeça Gorda > Trutas [GR33 - GRZ: Etapa 7]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Zaboeira > Área de Descanso da Cabeça Gorda [GR33 - GRZ: Etapa 6]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Zaboeira > Área de Descanso da Cabeça Gorda [GR33 - GRZ: Etapa 6]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Zaboeira > Área de Descanso da Cabeça Gorda [GR33 - GRZ: Etapa 6]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Zaboeira > Área de Descanso da Cabeça Gorda [GR33 - GRZ: Etapa 6]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Fernandaires > Zaboeira [GR33 - GRZ: Etapa 5]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Fernandaires > Zaboeira [GR33 - GRZ: Etapa 5]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Fernandaires > Zaboeira [GR33 - GRZ: Etapa 5]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Fernandaires > Zaboeira [GR33 - GRZ: Etapa 5]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Fernandaires > Zaboeira [GR33 - GRZ: Etapa 5]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Fernandaires > Zaboeira [GR33 - GRZ: Etapa 5]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Palhais > Fernandaires [GR33 - GRZ: Etapa 4]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Palhais > Fernandaires [GR33 - GRZ: Etapa 4]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Palhais > Fernandaires [GR33 - GRZ: Etapa 4]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Moinhos da Ribeira > Palhais [GR33 - GRZ: Etapa 3]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Moinhos da Ribeira > Palhais [GR33 - GRZ: Etapa 3]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Área de Descanso da Foz da Sertã > Moinhos da Ribeira [GR33 - GRZ: Etapa 2]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Área de Descanso do Vale Serrão – Área de Descanso da Foz da Sertã [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Área de Descanso do Vale Serrão – Área de Descanso da Foz da Sertã [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Área de Descanso do Vale Serrão – Área de Descanso da Foz da Sertã [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Área de Descanso do Vale Serrão – Área de Descanso da Foz da Sertã [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / Braços do Rio: Área de Descanso do Vale Serrão – Área de Descanso da Foz da Sertã [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
m 300 200 100 70 60 50 40 30 20 10 km
O oitavo e penúltimo setor da GRZ tem, no total, 71,4km. Liga a Área de Descanso do Vale Serrão, concelho de Ferreira do Zêzere, ao Penedo Furado, município de Vila de Rei.
aberto
difícil
Distância 75,8 km
8:00 h
2 075 m
2 059 m
Passa pela Área de Descanso da Foz da Sertã, Moinhos da Ribeira, no concelho da Sertã, Fernandaires, Zaboeira, Área de Descanso da Cabeça Gorda, Trutas e Área de Descanso da Macieira, no concelho de Vila de Rei.

Conselho do autor

Desfrute de algumas das melhores paisagens proporcionadas pelo rio Zêzere. Experimente os pratos de achigã.

Reserve a sua estadia, experiência e refeição em Book in Xisto.

 

Resultados da Auditoria RESPONSIBLE TRAILS:

(Última auditoria em Julho de 2020)

 

Sinalização > 2 - Falta muita sinalização (necessário GPS ou mapa)

Conservação dos caminhos > 4 - Em bom estado de conservação geral mas com zonas pontuais de maior atenção

Conservação geral > 3 - Degradação pontual mas sem impactos negativos na experiência

Estruturas informativas > 3 - Razoavelmente mantidas e com interesse

Estruturas interpretativas > 2 - Degradadas e/ou sem relevância

Estruturas de apoio e segurança > 3 - Razoavelmente mantidas

Interação com comunidade > 4 - Estimula a integração/contactos com a comunidade

Integração na paisagem > 4 - Bem integrado na paisagem e com pontos de interesse

Segurança geral > 3 - Apresenta várias situações de baixo risco

Foto do perfil de Aldeias do Xisto
Autor
Aldeias do Xisto
Atualizado: 23.07.2021
Dificuldade
difícil
Condição
Ponto mais alto
329 m
Ponto mais baixo
111 m
Melhor época do ano
jan
fev
mar
abr
mai
jun
jul
ago
set
out
nov
dez

Possibilidade de pausa para descanço

Aldeia do Xisto de Água Formosa
Zona Balnear do Trízio
Praia Fluvial de Bostelim
Praia Fluvial de Fernandaires
Praia Fluvial de Penedo Furado
Zona Balnear da Zaboeira
Ponte Velha
Santo Amaro

Informação de segurança

Atenção ao calor no verão e ao piso escorregadio no inverno. Os níveis de dificuldade e tempos apresentados são apenas indicativos. Foram calculados numa base de esforço físico e não contemplam paragens. Faça a sua estimativa analisando os dados técnicos do troço a percorrer.

 

Contactos Úteis SOS Emergência: 112

SOS Floresta: 117
Câmara Municipal de Figueiró dos Vinhos: 236 559 550 |  

Câmara Municipal de Ferreira do Zêzere: 249 360 150 | 

 

Dicas e sugestões

Com o enchimento da albufeira da barragem de Castelo de Bode, em 1951, a ponte fica submersa a uma profundidade de cerca de 15 metros, tendo sido construída, para a substituir, a atual Ponte de Vale da Ursa. Importa referir que, durante a Idade Média, não existindo qualquer travessia pedestre nesta zona do Zêzere, a única passagem do concelho da Sertã para o de Ferreira do Zêzere era efetuada através de uma barca, em Dornes, e mais tarde, já no século XIX, por outra barca no Vale da Ursa. 

O lugar da Foz da Ribeira da Sertã representa a união das freguesias de Cernache de Bonjardim, Nesperal e Palhais, no concelho da Sertã, onde a Ribeira da Sertã desagua no Rio Zêzere. A Ribeira da Sertã nasce no concelho de Oleiros, passa junto à vila com o mesmo nome e continua o seu curso no concelho que lhe dá o nome até chegar ao rio. Não pode deixar esta região sem provar as tigeladas e conhecer a cestaria artesanal ali produzida. 

 Constituída por 13 lugares, a freguesia de Palhais fica a cerca de 15km da Sertã. É uma das mais antigas povoações do concelho. A freguesia, cujo topónimo vem de um apelido da nobreza nacional, é povoada desde épocas pré-históricas. A abundância de água foi um dos motivos da fixação populacional tão precoce em Palhais. Pela Freguesia correm duas ribeiras, a da Sertã e a da Isna. Além, claro está, da importância fundamental do rio Zêzere, agora banhado pela barragem de Castelo de Bode. A Igreja Matriz, as capelas de Nossa Senhora da Nazaré, no Casal, e a de São Pedro, no lugar do Trízio, são sítios a visitar. Segundo a lenda, D. Nuno Álvares Pereira pernoitou capela de Nossa Senhora da Nazaré antes de partir para Aljubarrota, em finais do século XIV. Destaque ainda para as pontes Romana, da Atalaia, das Cabras, de Portos dos Cavalos, dos Charcos e de Vilar do Ruivo, para o açude romano e os lagares de azeite movidos a bois. Antes de partir, tem de provar os coscóreis, o maranho e os bolos de Palhais. Em Fernandaires, é obrigatório desfrutar da Praia Fluvial e da extensa e esplêndida bacia de água. 

Localizada na albufeira de Castelo de Bode, a zona balnear da Zaboeira é um local aprazível onde é possível desfrutar de momentos de pura diversão na piscina flutuante. Prevalece na envolvente da praia uma densa e agradável arborização. A Zaboeira é uma das aldeias ribeirinhas do concelho de Vila de Rei que mais visitantes atrai, muito devido à deliciosa gastronomia regional. O destaque vai para o achigã, que dá nome ao Festival que se realiza anualmente nos restaurantes do concelho. 

Na Área de Descanso da Cabeça Gorda vai deparar-se com uma das mais belas imagens do Rio Zêzere. 

Entre a Albufeira do Castelo do Bode e a Ribeira das Trutas, bem como a escassos minutos de Vila de Rei, sede de concelho, a aldeia das Trutas está privilegiadamente situada. Aqui encontra uma capela cuja origem remonta sensivelmente a finais do século XVII, percursos pedestres e de BTT, um alojamento local e o Pequeno Museu da Aventura e da Viagem, que reúne numerosa documentação, como mapas, roteiros, objetos e fotografias oriundas dos mais diversos pontos do mundo. Passeios de barco e de canoa, e a possibilidade de praticar pesca desportiva completam a oferta existente.

Início

Área de Descanso do Vale Serrão Lat.: 39° 46' 13.08" N Long.: 8° 14' 33.072" W (149 m)
Coordenadas:
GD
39.769783, -8.242096
GMS
39°46'11.2"N 8°14'31.5"W
UTM
29S 564911 4402480
w3w 
///localidade.sanfona.enfeitadores

Destino

Penedo Furado Lat.: 39° 37' 33.6" N Long.: 8° 9' 43.344" W

Instruções

Com partida na Área de Descanso do Vale Serrão, decorridos cerca de mil metros, o percurso irá encontrar a EN238 e atravessar a Ponte do Vale da Ursa. Percorrendo a berma desta movimentada via durante cerca de 2 km, entra novamente em caminhos florestais e após mais 2 km volta às proximidades do rio/albufeira e ao encontro de magníficos espelhos de água e da localidade da Foz da Sertã em cujo antigo Hotel outrora existiu uma exploração de águas mineromedicinais. Após pronunciada subida atinge-se um magnífico miradouro. 

Mantendo-se na linha de cumeada, o percurso irá voltar a encontrar a EN 238 após um troço com cerca de 2,4km, primeiro em caminhos florestais e depois em asfalto. Abandonando logo de imediato a estrada principal pela direita, mas continuando em via asfaltada, o percurso inicia uma descida suave de igual distância que irá conduzir ao lugar dos Moinhos da Ribeira e ao encontro da Ribeira da Sertã prestes a encontrar o Zêzere. 

Na saída dos Moinhos da Ribeira, a GRZ acompanha o percurso da pequena rota local durante cerca de 2km. Após a separação dos percursos, continua à direita por caminhos florestais durante mais 600 metros até entrar na estada municipal. Virando à direita, o traçado sinuoso da mesma leva-nos à Ponte do Porto de Cavalos sobre a Ribeira da Sertã. Duzentos metros após iniciada a subida, o percurso remete à esquerda, primeiro por um pequeno trilho e depois por caminho de terra até chegar às proximidades de Palhais.

A GRZ apresenta aqui uma derivação que, pela direita, conduz ao Centro Náutico e à Estação Intermodal de Trízio. O percurso principal segue à esquerda e, 400 metros depois, à direita, pela estrada na direção Vila de Rei/Abrantes. Deixa esta via pelo caminho à direita e inicia a descida em direção à Ponte Romana da Atalaia onde cruza a Ribeira de Isna. Por caminhos florestais segue em direção a Vilar do Ruivo e depois por asfalto até Fernandaires. 

O percurso segue inicialmente por um caminho florestal, passa por um trilho estreito que acompanha a margem da albufeira da Barragem de Castelo de Bode, alternando depois entre caminhos florestais e asfalto até chegar à Zaboeira. 

 A rota abandona a Zaboeira por um caminho que, cerca de 400 metros acima, encontra a ER348. Idêntica distância é percorrida na berma desta estrada, até a abandonar à direita para entrar em novo caminho florestal que conduz à Ribeira do Braçal. A subida seguinte por um trilho mais estreito conduz novamente a um largo estradão florestal que após algumas centenas de metros leva à Área de Descanso da Cabeça Gorda. 

 Da Área de Descanso da Cabeça Gorda até ao ponto de apoio seguinte, em Trutas, situado a cerca de 6km, o percurso é inicialmente plano, com alguns desníveis pouco acentuados, até à ponte sobre a Ribeira das Trutas. Este local merece uma pequena paragem, não só para a sua apreciação, como para descanso, pois a partir daí espera-o uma longa subida com cerca de 250 metros de desnível, que o leva à povoação das Trutas, último ponto de apoio antes de entrar no longo troço de 14km, quase sempre em marginal, até à área de descanso seguinte, situada nas proximidades da localidade de Macieira e mesmo à beira da Ribeira de Codes (afluente do Rio Zêzere).

Partindo de Trutas, após 800 metros na estrada municipal em direção a Vilar, num cruzamento, a GRZ entra em caminho florestal. Após idêntica distância cruza outra estrada e continua em caminho de terra em direção a Valadas. Após este lugar, desce e cruza uma linha de água para, após a subida, encontrar um largo caminho florestal. Cerca de 2,5km depois, o percurso entra à esquerda em caminho de menor dimensão que levará às proximidades das águas da albufeira. Após cerca de 4km e antes de uma curva pronunciada à esquerda podemos abandonar a rota para, após 200 metros, encontrar a Área de Descanso da Macieira e um Leitor de Paisagem. 

 Após retomar a GRZ, siga pela direita em direção à Macieira, localidade que se abandona por estrada e na direção de Aveleira. Nesta povoação, deixa-se a estrada municipal para cruzar uma linha de água e tomar mais acima uma larga estrada florestal que, pela direita, conduz novamente à margem da albufeira. O percurso acompanha, de seguida, um dos braços da mesma e sobe à direita em direção à Cabecinha. Abandona esta localidade pela estrada e ao encontro da PR3-VLR para, em conjunto com esta e num interessante troço, aceder ao Penedo Furado.

Nota


Todas as ocorrências para esta Rota

Coordenadas

GD
39.769783, -8.242096
GMS
39°46'11.2"N 8°14'31.5"W
UTM
29S 564911 4402480
w3w 
///localidade.sanfona.enfeitadores
Chegada por comboio, carro, a pé ou bicicleta

Rotas semelhantes nos arredores

 Estas sugestões foram criadas automaticamente.

Perguntas & Respostas

Faça a primeira pergunta

Aqui você pode fazer perguntas para o autor.


Avaliações

5,0
(1)

Fotos da Comunidade


Estado
aberto
Avaliação
Dificuldade
difícil
Distância
75,8 km
Duração
8:00 h
Elevação
2 075 m
Declive
2 059 m
Percurso de etapas

Estatísticas

  • Conteúdo
  • Exibir imagens Ocultar imagens
Funções
2D 3D
Mapas e trilhas
Duração : horas
Distância  km
Elevação  m
Declive  m
Ponto mais alto  m
Ponto mais baixo  m
Mova as setas para alterar o recorte.