Caminhada de grande rota rota recomendada

O Selvagem Início: Covão d'Ametade > Manteigas [GR33 - GRZ: Etapa 1]

Caminhada de grande rota
Responsável por este conteúdo:
Aldeias do Xisto Parceiro verificado  Escolha dos Exploradores 
  • O Selvagem Início: Covão d'Ametade > Manteigas [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    / O Selvagem Início: Covão d'Ametade > Manteigas [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / O Selvagem Início: Covão d'Ametade > Manteigas [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / O Selvagem Início: Covão d'Ametade > Manteigas [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / O Selvagem Início: Covão d'Ametade > Manteigas [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / O Selvagem Início: Covão d'Ametade > Manteigas [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / O Selvagem Início: Covão d'Ametade > Manteigas [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / O Selvagem Início: Covão d'Ametade > Manteigas [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / O Selvagem Início: Covão d'Ametade > Manteigas [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / O Selvagem Início: Covão d'Ametade > Manteigas [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / O Selvagem Início: Covão d'Ametade > Manteigas [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / O Selvagem Início: Covão d'Ametade > Manteigas [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / O Selvagem Início: Covão d'Ametade > Manteigas [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / O Selvagem Início: Covão d'Ametade > Manteigas [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / O Selvagem Início: Covão d'Ametade > Manteigas [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / O Selvagem Início: Covão d'Ametade > Manteigas [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / O Selvagem Início: Covão d'Ametade > Manteigas [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / O Selvagem Início: Covão d'Ametade > Manteigas [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / O Selvagem Início: Covão d'Ametade > Manteigas [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / O Selvagem Início: Covão d'Ametade > Manteigas [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
  • / O Selvagem Início: Covão d'Ametade > Manteigas [GR33 - GRZ: Etapa 1]
    Foto: Diogo Martins, Aldeias do Xisto
m 1400 1200 1000 800 600 10 8 6 4 2 km
Nesta primeira etapa, o percurso da Grande Rota do Zêzere começa no espetacular Vale Glaciar do Zêzere, um cenário de beleza indescritível.
moderado
Distância 10,2 km
2:40 h
15 m
735 m
O Covão d’Ametade, outrora uma pastagem cerval, representa uma depressão de origem glaciar que foi arborizada com vidoeiros ao longo das margens do rio. É um cenário paradisíaco carregado de sentimento bucólico e poético. São três os Cântaros que se erguem em seu torno: o Cântaro Raso, mais a sul; o Cântaro Magro, central e emblemático de toda a Serra da Estrela; e o Cântaro Gordo, a norte. Este primeiro setor liga o Covão d'Ametade a Manteigas, tendo uma extensão de 10,2km.

Conselho do autor

Encante-se com a espetacularidade do Vale Glaciar do Zêzere.

Reserve o seu alojamento, experiência e restaurante em Book in Xisto.

 

Sinalização > 3- Falta sinalização em pelo menos um cruzamento que compromete a orientação sem mapa ou GPS

Conservação dos caminhos > 4- Em bom estado de conservação geral mas com zonas pontuais de maior atenção

Conservação geral > 4- Sem zonas de degradação identificadas

Estruturas informativas > 3- Razoavelmente mantidas e com interesse

Estruturas interpretativas > 1- Inexistentes ou sem o mínimo de qualidade e/ou inúteis

Estruturas de apoio e segurança > 4 - Estruturas essenciais bem mantidas

Interação com comunidade > 4 - Estimula a integração/contactos com a comunidade

Integração na paisagem > 5 - Perfeitamente integrado na paisagem, explorando pontos de interesse relevantes

Segurança geral > 4 - Apresenta situações pontuais de baixo risco

Foto do perfil de Aldeias do Xisto
Autor
Aldeias do Xisto
Atualizado: 15.10.2020
Dificuldade
moderado
Técnica
Condição
Experiência
Paisagem
Ponto mais alto
1 425 m
Ponto mais baixo
708 m
Melhor época do ano
jan
fev
mar
abr
mai
jun
jul
ago
set
out
nov
dez

Informação de segurança

Atenção ao calor no verão e ao piso escorregadio no inverno. Os níveis de dificuldade e tempos apresentados são apenas indicativos. Foram calculados numa base de esforço físico e não contemplam paragens. Faça a sua estimativa analisando os dados técnicos do troço a percorrer.

Existe mais do que um cruzamento sem sinalização pelo que recomendamos a utilização de GPS ou APP.

Este percurso possui uma secção de trilho técnico pelo que recomenda-se a utilização de bastões.

 

Contactos úteis

SOS Emergência: 112

SOS Floresta: 117

Câmara Municipal de Manteigas: (+351) 275 980 000 | turismo@cm-manteigas.pt

Dicas e sugestões

O rio Zêzere nasce junto à Torre, a cerca de 1993m de altitude, precipita-se por entre as paredes íngremes dos Cântaros e começa a ganhar forma no Covão d´Ametade, onde se passeia com sobeja vaidade, como que preparando-se para engrossar o caudal para depois o depositar, com toda a sua força, no rio Tejo. Com mais de 10km de extensão, o Vale Glaciar do Zêzere apresenta-se bem moldado, em forma de “U”, expurgando água por todos os seus poros. O concelho de Manteigas, em pleno Parque Natural da Serra da Estrela, oferece aos visitantes uma paisagem diversificada e com elementos ímpares de grande beleza e tranquilidade, que possibilitam o contacto íntimo com a natureza.

A Serra da Estrela é a única em Portugal onde se fez sentir de forma singular a ação glaciária, deixando numerosos testemunhos na paisagem, tal como rochas polidas, blocos erráticos, covões, moreias e lagoas glaciares ou profundos vales em U. O elemento água é estruturante, permitindo o desenvolvimento de atividades económicas em seu torno. A aposta no termalismo, com a Estância Termal – Caldas de Manteigas, ou na truticultura, com o Viveiro das Trutas, são alguns exemplos. A pastorícia e as atividades com ela relacionadas deu origem a uma indústria ligada aos lanifícios que motiva a realização de anual da Expo Estrela. A cascata da Fonte Paulo Luís Martins, que nunca para de brotar a sua água refrescante, o Poço do Inferno, uma queda de água com cerca de 10 metros, com origem na garganta aberta pela Ribeira de Leandres ou as Penhas Douradas são locais imperdíveis.

É de aproveitar a passagem em Vale da Amoreira para visitar o Cruzeiro, a Igreja Matriz, a Fonte das Alminhas e outros fontanários. As praias fluviais e as paisagens naturais são também elementos marcantes desta localidade.

Gastronomia

- Enchidos

– chouriça, farinheira e morcela

- Queijos de ovelha e de cabra

- Pão de centeio e broa de milho

- Caldudo (caldo de castanhas secas – piladas)

- Sopa de abóbora

- Trutas fário ou arco-íris de produção local

- Feijoca guisada com carnes de porco

- Cozido à serrana

- Febras de porco em vinha d’alho

- Feijão cozido no forno.

- Doces: Requeijão com doce de abóbora, arroz doce, bolo de crista, bolos de leite, cavacas, esquecidos e pastéis de feijoca

- Aguardente de zimbro

- Jeropiga

Início

Covão d'Ametade Lat.: 40° 19' 41.52" NLong.: 7° 35' 15.108" W (1 429 m)
Coordenadas:
GD
40.328064, -7.586963
GMS
40°19'41.0"N 7°35'13.1"W
UTM
29T 620039 4465128
w3w 
///puxando.vitaminada.florescência

Destino

Manteigas Lat.: 40° 23' 46.68" NLong.: 7° 32' 19.14" W

Instruções

Após cerca de 1 km percorrido na EN338, o percurso sai à esquerda descendo para o fundo do vale por um carreiro estreito, acompanhando de perto o Zêzere, na margem direita, até o atravessar para se dirigir por um estradão, na margem esquerda, até ao centro de Manteigas.

Nota


Todas as ocorrências para esta Rota

Coordenadas

GD
40.328064, -7.586963
GMS
40°19'41.0"N 7°35'13.1"W
UTM
29T 620039 4465128
w3w 
///puxando.vitaminada.florescência
Chegada por comboio, carro, a pé ou bicicleta

Perguntas & Respostas

Faça a primeira pergunta

Aqui você pode fazer perguntas para o autor.


Avaliações

Escreva sua primeira avaliação

Seja o primeiro a avaliar e ajude outros usuários


Fotos da Comunidade


Dificuldade
moderado
Distância
10,2 km
Duração
2:40 h
Elevação
15 m
Declive
735 m
Percurso de etapas Destaques geológicos Destaques botánicos Clima saudável Rota linear

Estatísticas

  • Conteúdo
  • Exibir imagens Ocultar imagens
Funções
2D 3D
Mapas e trilhas
Duração : horas
Distância  km
Elevação  m
Declive  m
Ponto mais alto  m
Ponto mais baixo  m
Mova as setas para alterar o recorte.