Caminhada rota recomendada

PR7 CTB - Caminho do Xisto de Martim Branco - Rota dos Lagares

Caminhada
Responsável por este conteúdo:
Aldeias do Xisto Parceiro verificado  Escolha dos Exploradores 
  • /
    Foto: Rita Machado - A2Z, Aldeias do Xisto
  • /
    Foto: Rita Machado - A2Z, Aldeias do Xisto
  • /
    Foto: Rita Machado - A2Z, Aldeias do Xisto
  • /
    Foto: Rita Machado - A2Z, Aldeias do Xisto
  • /
    Foto: Rita Machado - A2Z, Aldeias do Xisto
  • /
    Foto: Catarina Almeida - ADXTUR, Aldeias do Xisto
  • /
    Foto: Catarina Almeida - ADXTUR, Aldeias do Xisto
  • /
    Foto: Catarina Almeida - ADXTUR, Aldeias do Xisto
m 300 250 200 20 15 10 5 km
A Rota dos Lagares transporta-nos ao passado e leva-nos a conhecer antigos lagares de azeite, tradicionalmente conhecidos por lagares de varas.
moderado
Distância 23,8 km
4:15 h
537 m
537 m
O caminho pela rota dos lagares é circular e leva-nos a conhecer antigos lagares de azeite, tradicionalmente conhecidos por lagares de varas. Iniciamos o percurso em Almaceda, próximo do primeiro lagar de varas, seguindo ao longo da ribeira de Almaceda até encontramos o segundo lagar de varas do percurso, de onde partimos em direção ao Violeiro. Nesta aldeia, é obrigatória a paragem na fonte de mergulho. O destino seguinte é Almaceda, onde termina esta rota. As paisagens ribeirinhas, as zonas agrícolas e florestais acompanham todo o percurso.

Conselho do autor

Embarque nesta viagem ao passado e deixe a imaginação levá-lo ao quotidiano que, antigamente, aqui se vivia. Consegue ouvir o ruído das engrenagens?

Reserve a sua estadia, experiência ou refeição em Book in Xisto.

Foto do perfil de Catarina Almeida - ADXTUR
Autor
Catarina Almeida - ADXTUR
Atualizado: 17.02.2020
Dificuldade
moderado
Técnica
Condição
Ponto mais alto
553 m
Ponto mais baixo
339 m
Melhor época do ano
jan
fev
mar
abr
mai
jun
jul
ago
set
out
nov
dez

Informação de segurança

O estado do percurso muda com as condições meteorológicas, por isso, no inverno e em dias de chuva, tenha especial atenção ao piso escorregadio. No verão, as temperaturas podem subir consideravelmente, por isso use sempre chapéu e leve água.

Contatos úteis

SOS Emergência: 112

SOS Floresta: 117

GNR: (+351) 272 340 900

ADXTUR- Rede Aldeias do Xisto: (+351) 275 037 393 | (+351) 960 101 873

Dicas e sugestões

O cultivo da oliveira, a colheita da azeitona e a sua transformação em azeite é uma atividade ancestral e muito presente neste percurso, que passa pelos lagares de varas de Almaceda e Rochas de Cima. Com passagem pela fonte de mergulho na aldeia do Violeiro, o percurso termina em Almaceda, onde, nos meses de calor, pode usufruir do jardim ribeirinho e da Praia Fluvial. As margens da ribeira são ricas em flora e fauna. O pinheiro, o sobreiro, a azinheira, a oliveira, a carqueja, o rosmaninho, o tojo e a giesta cobrem os terrenos e servem de refúgio a raposas, coelhos ou lebres, perdizes, tordos, tentilhões, pintassilgos, codornizes, cucos ou cotovias.

Gastronomia

- Cabrito no forno

- Queijo à cabreira

- Maranhos

- Filhós

- Tigelada

- Azeite

- Enchidos

Início

Perto do edificio da Junta de Freguesia de Almaceda (276 m)
Coordenadas:
GD
39.945210, -7.624501
GMS
39°56'42.8"N 7°37'28.2"W
UTM
29S 617508 4422581
w3w 
///broa.cocares.atualizada

Destino

Perto do edificio da Junta de Freguesia de Almaceda

Instruções

O Caminho do Xisto de Almaceda - Rota dos Lagares é circular e leva-nos a conhecer antigos lagares de azeite, tradicionalmente conhecidos por lagares de varas. Iniciamos o percurso em Almaceda, próximo das ruínas do primeiro lagar de varas que iremos encontrar ao longo do trajeto. Seguimos ao longo da ribeira de Almaceda, que alberga nas suas margens olivais e pequenas hortas familiares primorosamente cultivadas. É precisamente ribeira que, pouco depois de sairmos da povoação, encontramos o segundo lagar de varas, também este quase em ruínas, mas onde ainda são visíveis as peças constituintes através das janelas entreabertas. Deixamos para trás os campos agrícolas e retomamos o caminho, por entre pinhal e novas plantações florestais, que nos levará ao último lagar deste percurso. O lagar de Rochas de Cima foi recentemente recuperado para que possa ser visitado e dar a conhecer o processo de extração de azeite mais utilizado na Beira Baixa. A viagem leva-nos a visitar Rochas de Cima antes de rumarmos à aldeia de Violeiro. Aqui, é paragem obrigatória a fonte de mergulho de águas frescas e cristalinas que durante anos foi local de abastecimento público. Continuamos agora a nossa viagem por caminhos florestais, tantas vezes percorridos pelos resineiros, que nos levam de regresso a Almaceda e ao final desta rota.

Nota


Todas as ocorrências para esta Rota

Coordenadas

GD
39.945210, -7.624501
GMS
39°56'42.8"N 7°37'28.2"W
UTM
29S 617508 4422581
w3w 
///broa.cocares.atualizada
Chegada por comboio, carro, a pé ou bicicleta

Perguntas & Respostas

Faça a primeira pergunta

Aqui você pode fazer perguntas para o autor.


Avaliações

Escreva sua primeira avaliação

Seja o primeiro a avaliar e ajude outros usuários


Fotos da Comunidade


Dificuldade
moderado
Distância
23,8 km
Duração
4:15 h
Elevação
537 m
Declive
537 m

Estatísticas

  • Conteúdo
  • Exibir imagens Ocultar imagens
Funções
2D 3D
Mapas e trilhas
Duração : horas
Distância  km
Elevação  m
Declive  m
Ponto mais alto  m
Ponto mais baixo  m
Mova as setas para alterar o recorte.