Ciclismo de estrada rota recomendada

Subida Épica: Porto de Vacas - Xiqueiro

Ciclismo de estrada · Portugal
Responsável por este conteúdo:
Aldeias do Xisto Parceiro verificado  Escolha dos Exploradores 
  • Subida Épica: Porto de Vacas - Xiqueiro
    Subida Épica: Porto de Vacas - Xiqueiro
    Foto: Aldeias do Xisto, Aldeias do Xisto
m 1000 800 600 400 200 10 8 6 4 2 km
Com início em Porto de Vacas, este é um percurso surpreendente pela Serra do Açor, terminando com vistas para as Minas da Panasqueira e para as serras da Estrela e Gardunha.
Distância 11,2 km
1:20 h
705 m
0 m
1 037 m
332 m
Com 11 km de extensão e cerca de 6,3% de inclinação média, a Subida Épica Porto de Vacas-Xiqueiro surpreende pelo seu grau de desafio e pela espetacularidade das paisagens envolventes, terminando num colo com uma soberba vista onde o cume da Serra da Estrela se impõe como pano de fundo por detrás do cenário do complexo mineiro da Barroca Grande. Para o lado oposto, a vista estende-se ao longo dos cumes da Serra do Açor e da Serra da Lousã, com a Barragem de Santa Luzia a contrastar com as suas águas em tons de azul.

Conselho do autor

Visite as Aldeias do Xisto de Janeiro de Cima e Janeiro de Baixo e a barragem de Santa Luzia. Desfrute das paisagens que envolvem todo o percurso.

Reserve a sua estadia, experiência ou refeição em Book in Xisto.

Ponto mais alto
1 037 m
Ponto mais baixo
332 m

Tipos de caminhos

Mostrar perfil de elevação

Paragens para descanso

Praia Fluvial de Albufeira de Santa Luzia
Praia Fluvial de Janeiro de Baixo
Aldeia do Xisto de Janeiro de Baixo
Aldeia do Xisto de Janeiro de Cima
Casa de Janeiro
Casa Cova do Barro
Xisto Camping
Parque Fluvial da Lavandeira - Janeiro de Cima
Casa da Pedra Rolada
Fiado Restaurante
Centro de BTT de Pampilhosa da Serra

Informação de segurança

 Em toda a extensão da subida, o piso é muito bom, facilitando a progressão da bicicleta. No final da subida, depois de Unhais da Serra, a estrada foi requalificada e o asfalto está imaculado.

Dicas e sugestões

A Serra do Açor é a formação montanhosa em xisto que atinge a maior altitude no território continental português. Serra com nome de pássaro, serve de casa a algumas espécies de aves que escolhem a liberdade dos grandes espaços selvagens. Mas é pelo elenco florístico e pelas formações vegetais que aqui ocorrem que esta serra vê reconhecida a sua importância para o património natural português. Aqui encontramos a Paisagem Protegida da Serra do Açor dentro de cujos limites encontramos a Fraga da Pena e a Mata da Margaraça. É também aqui que ocorre o limite sul da área de distribuição de uma planta rara: o Narcissus asturiensis. E é esta a serra que alberga mais de metade da população mundial de uma espécie arbórea, o azereiro, que tem na Mata da Margaraça a maior população mundial da espécie concentrada num só local.

Aproveite o percurso para visitar as Aldeias do Xisto de Janeiro de Baixo e Fajão.

Início

"PORTO DE VACAS Lat.: 40° 4' 59.16"" NLong.: 7° 47' 8.16"" W" (331 m)
Coordenadas:
GD
40.084206, -7.787397
GMS
40°05'03.1"N 7°47'14.6"W
UTM
29T 603381 4437807
w3w 
///safiras.arruda.frasear
Mostrar no mapa

Itinerário

A subida inicia-se na aldeia de Porto de Vacas, freguesia de Janeiro de Baixo e concelho de Pampilhosa da Serra, perto da ponte sobre o Rio Zêzere. Saindo da ponte, corta-se à esquerda e os primeiros metros da subida são percorridos dentro da aldeia, com algumas rampas bem inclinadas, acima dos 10% de desnível. Continua-se pela estrada M1408 durante 3km, com muito bom piso e uma inclinação a rondar os 7%, não existindo zonas de descanso. Estamos dentro de um extenso pinhal, mas em algumas clareiras podemos ver do lado esquerdo uma estrada bem lá no alto e adivinhar o que nos espera. Sensivelmente a 8km do topo entroncamos com a estrada M545, tendo-se de virar à esquerda, em direção a Portela de Unhais. A vegetação é mais escassa, permitindo apreciar as amplas vistas para sudoeste, onde serpenteia o Rio Zêzere. Passamos por Machialinho e Selada Porta, local que marca o início do quilómetro mais duro de toda a subida, com uma inclinação média de 9,1%, após o qual chegamos a Portela de Unhais. Estamos a 4km do fim da subida e viramos à direita, pela estrada CM1374. É a ocasião para recuperar o fôlego e preparar para o exigente início da subida que nos resta. As rampas iniciais com 14% são um teste à superação.Seguimos depois numa cumeada, já com inclinações menos severas e com a companhia de algumas torres eólicas, onde o vento pode ser um obstáculo. Após uma larga curva para a esquerda, chegamos ao fim da subida, junto à fronteira entre os concelhos da Pampilhosa da Serra e a Covilhã.

Nota


Toda a informação sobre áreas protegidas

Coordenadas

GD
40.084206, -7.787397
GMS
40°05'03.1"N 7°47'14.6"W
UTM
29T 603381 4437807
w3w 
///safiras.arruda.frasear
Mostrar no mapa
Direções de transporte público, carro, a pé ou de bicicleta

Percursos semelhantes nas imediações

 Estas sugestões foram criadas automaticamente.

Perguntas & Respostas

Faça a primeira pergunta

Aqui pode fazer perguntas ao autor.


Avaliações

Escreva sua primeira avaliação

Partilhe sua opinião com a comunidade.


Fotos da Comunidade


Distância
11,2 km
Duração
1:20 h
Desnível acumulado positivo
705 m
Ponto mais alto
1 037 m
Ponto mais baixo
332 m

Estatísticas

  • Conteúdo
  • Exibir imagens Ocultar imagens
Funções
2D 3D
Mapas e caminhos
  • 13 Waypoints
  • 13 Waypoints
Distância  km
Duração : horas
Desnível acumulado positivo  m
Desnível acumulado negativo  m
Ponto mais alto  m
Ponto mais baixo  m
Mova as setas para alterar o recorte.